Blog INflow

  • Por que o combustível subiu? Entenda os mecanismos que afetam o custo do seu transporte

    A alta do combustível no Brasil tem revoltado muitos motoristas, gerado greves por parte de transportadoras e aumentado as despesas diárias de milhões de pessoas que dependem do seu veículo para garantir o seu sustento ou mesmo para ir para o trabalho todos os dias. Por isso, o valor dos combustíveis pode ser considerado como um assunto bastante delicado e é válido que o consumidor saiba o motivo pelo qual está acontecendo.

    O cenário de instabilidade política e econômica dos últimos anos no país gerou alguns problemas relacionados ao equilíbrio das contas públicas. Assim, o novo governo tem buscado alternativas para aumentar a arrecadação, numa tentativa de reequilibrar essas contas. Para tanto, aumentou o tributo sobre o combustível ao máximo permitido em lei, como esclareceu o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. Além disso, houve novo reajuste em função do Furacão Harvey, que atingiu refinarias no Golfo do México, fechando suas portas e afetando diretamente o preço do barril de petróleo, levando o litro de combustível no Brasil a valores altíssimos.

    Deixando de lado debates políticos, é preciso pensar em soluções para lidar com a nova realidade de preços. Afinal, medidas para economizar são sempre bem-vindas e há algumas dicas interessantes que devem ser seguidas para garantir, ao menos, que o gasto não seja assim tão expressivo e que o reajuste afete o mínimo possível o seu bolso.

    Abasteça em locais confiáveis

    Combustíveis adulterados são, infelizmente, uma realidade bastante comum no Brasil. O consumidor deve escolher levar o seu veículo para abastecer em postos chamados bandeirados, que são vinculados às melhores empresas. Nesses postos, a procedência do combustível é assegurada.

    Troque o filtro de ar do motor

    Circular por aí com o filtro de ar sujo representa um significativo desperdício de combustível, sem mencionar os malefícios que isso causa ao motor. Portanto, siga as recomendações da sua concessionária e troque o filtro periodicamente. Uma boa opção é trocar o filtro de ar original por um filtro especial, a fim de garantir maior economia, ganho de desempenho e outros benefícios.

    Vá devagar!

    Respeitar os limites de velocidade, não apenas garantem a sua segurança e a de quem está em seu veículo, mas também ajudam a economizar. Acelerar o tempo todo e manter velocidades excessivamente altas durante o trajeto não representa um bom custo-benefício, já que exige do veículo um desempenho constante além do que ele foi projetado para ter. Pisar fundo pode também pesar no seu bolso.

    Evite o excesso de peso

    Ora, o combustível é a fonte de energia da qual o seu carro se utiliza para se deslocar, certo? Portanto, quanto mais peso há no veículo, mais energia será necessária para que ele se desloque. Se você é o tipo de pessoa que carrega a casa dentro do carro, repense este hábito! Aliviar o peso do veículo pode aliviar o gasto. O mesmo vale para quem tem costume de andar sempre de tanque cheio - o excesso de combustível demora a ser utilizado e o peso pode ultrapassar 30 kg a mais que você carrega sem nenhuma necessidade.

  • Filtros INflow - os filtros de ar ecologicamente corretos

    Ver a natureza pedir socorro e se revoltar contra a humanidade, fenômenos climáticos resultantes do descaso com o meio ambiente e presenciar o grave dano que a vida humana vem causando ao planeta é muito frustrante, para dizer o mínimo. Saber que o nosso estilo de vida é nocivo para os ecossistemas realmente nos dá vontade de fazer algo para mudar ou, pelo menos, para minimizar o dano que causamos. Infelizmente, mudanças drásticas demais acabam por estar fora de cogitação para a maioria das pessoas. Afinal, estamos inseridos em diferentes contextos culturais e sociológicos. Porém, se cada um fizer a sua parte, ainda que uma pequena parte, já podemos considerar como uma grande vitória.

    Mas o que significa “fazer a sua parte?” Ora, é separar o lixo entre orgânicos, recicláveis e rejeitos, evitar sujar as ruas e estradas e ainda: evitar consumir produtos cujas empresas não possuem responsabilidade ambiental. Na atual conjuntura, empresas que prezam pelo meio ambiente e atuam para poluir menos e conscientizar seus clientes sobre a importância disso possuem maior credibilidade e maior tendência a absorver demandas daquelas que não o fazem. Hoje, vamos falar sobre como a Trytech conseguiu criar um filtro de ar para carro ecologicamente correto.

    Por que os filtros INflow são ecologicamente corretos?

    A Trytech buscou idealizar um filtro especial para carro que pudesse, de alguma forma, contribuir com o meio ambiente, já que a empresa possui responsabilidade ambiental. Assim, podemos começar falando a respeito do descarte de resíduos sólidos, que ainda é um grande problema em todo o mundo. Uma das chaves para se resolver a questão é diminuir a quantidade de resíduos que descartamos diariamente e, quando isso não é possível, separar o lixo reciclável para que empresas especializadas reutilizem o material e o insira novamente no mercado em vez de descartar no meio ambiente. Os filtros INflow possuem uma vida útil até quatro vezes maior do que filtros originais de algodão ou papel. Estes, devem ser trocados a cada 6 meses ou 10 mil km, enquanto os filtros INflow só precisam ser trocados a cada 2 anos ou 60 mil km. Enquanto nenhum dos dois chega ao seu limite de troca, só precisam ser lavados, de acordo com as instruções de fábrica. Assim, enquanto o consumidor supostamente descartaria o material equivalente a quatro filtros em dois anos, utilizando um filtro especial lNflow, descartará apenas um que é quase 100% reciclável.

    Outro fator que é importante mencionar é sobre a economia de combustível em longo prazo, que pode ter uma redução de até 10% quando comparado ao consumo do filtro original, considerando, obviamente, que este tem sua eficiência reduzida ao longo do tempo. À medida que os poros do filtro de algodão ou papel se entopem, ele se torna mais restritivo, fazendo com que a mistura dentro do motor exija mais combustível para compensar a falta de ar. Assim, o veículo “beberá” mais. A vantagem de um filtro especial INflow é que ele consegue atender às necessidades de filtragem e alimentação do motor, mesmo após algum tempo de uso, já que sua tecnologia é baseada em um meio filtrante que retém apenas partículas de poeira e sujeira. Para saber mais, clique neste link e fale com um consultor através do chat, em tempo real.

  • Filtros INflow - os filtros de ar ecologicamente corretos

    Ver a natureza pedir socorro e se revoltar contra a humanidade, fenômenos climáticos resultantes do descaso com o meio ambiente e presenciar o grave dano que a vida humana vem causando ao planeta é muito frustrante, para dizer o mínimo. Saber que o nosso estilo de vida é nocivo para os ecossistemas realmente nos dá vontade de fazer algo para mudar ou, pelo menos, para minimizar o dano que causamos. Infelizmente, mudanças drásticas demais acabam por estar fora de cogitação para a maioria das pessoas. Afinal, estamos inseridos em diferentes contextos culturais e sociológicos. Porém, se cada um fizer a sua parte, ainda que uma pequena parte, já podemos considerar como uma grande vitória.

    Mas o que significa “fazer a sua parte?” Ora, é separar o lixo entre orgânicos, recicláveis e rejeitos, evitar sujar as ruas e estradas e ainda: evitar consumir produtos cujas empresas não possuem responsabilidade ambiental. Na atual conjuntura, empresas que prezam pelo meio ambiente e atuam para poluir menos e conscientizar seus clientes sobre a importância disso possuem maior credibilidade e maior tendência a absorver demandas daquelas que não o fazem. Hoje, vamos falar sobre como a Trytech conseguiu criar um filtro de ar para carro ecologicamente correto.

    Por que os filtros INflow são ecologicamente corretos?

    A Trytech buscou idealizar um filtro especial para carro que pudesse, de alguma forma, contribuir com o meio ambiente, já que a empresa possui responsabilidade ambiental. Assim, podemos começar falando a respeito do descarte de resíduos sólidos, que ainda é um grande problema em todo o mundo. Uma das chaves para se resolver a questão é diminuir a quantidade de resíduos que descartamos diariamente e, quando isso não é possível, separar o lixo reciclável para que empresas especializadas reutilizem o material e o insira novamente no mercado em vez de descartar no meio ambiente. Os filtros INflow possuem uma vida útil até quatro vezes maior do que filtros originais de algodão ou papel. Estes, devem ser trocados a cada 6 meses ou 10 mil km, enquanto os filtros INflow só precisam ser trocados a cada 2 anos ou 60 mil km. Enquanto nenhum dos dois chega ao seu limite de troca, só precisam ser lavados, de acordo com as instruções de fábrica. Assim, enquanto o consumidor supostamente descartaria o material equivalente a quatro filtros em dois anos, utilizando um filtro especial lNflow, descartará apenas um que é quase 100% reciclável.

    Outro fator que é importante mencionar é sobre a economia de combustível em longo prazo, que pode ter uma redução de até 10% quando comparado ao consumo do filtro original, considerando, obviamente, que este tem sua eficiência reduzida ao longo do tempo. À medida que os poros do filtro de algodão ou papel se entopem, ele se torna mais restritivo, fazendo com que a mistura dentro do motor exija mais combustível para compensar a falta de ar. Assim, o veículo “beberá” mais. A vantagem de um filtro especial INflow é que ele consegue atender às necessidades de filtragem e alimentação do motor, mesmo após algum tempo de uso, já que sua tecnologia é baseada em um meio filtrante que retém apenas partículas de poeira e sujeira. Para saber mais, clique neste link e fale com um consultor através do chat, em tempo real.

  • Gás natural veicular é um bom combustível? Conheça as vantagens e desvantagens

    Em tempos de alta do valor do combustível a maior tendência do consumidor é procurar opções para economizar. Já que não é possível se desfazer do veículo, a ideia é procurar postos com promoção, rotas mais curtas ou com menos fluxo de veículos, atenção redobrada com a troca do filtro de ar e até mesmo a redução do uso de ar condicionado. Muita coisa vale quando falamos sobre aliviar a pressão no bolso no fim do mês. Mas será que vale a pena adaptar o veículo para funcionar com um novo combustível?

     

    Os veículos flex, como o próprio nome já sugere, permite ao consumidor certa flexibilidade na hora de escolher o combustível, podendo optar, entre álcool e gasolina, por aquele que compensa mais no momento. Porém, uma opção que vem sendo cada vez mais comentada é o Gás Natural Veicular (GNV), o combustível mais barato do mercado, que rende mais e que polui menos. O único contra, dizem, é que é preciso fazer uma adaptação no veículo para que ele funcione com o GNV. Seria possível tantos benefícios?

     

    O que é o Gás Natural Veicular?

     

    Trata-se de uma substância gasosa que é extraída do subsolo, formada por uma mistura de hidrocarbonetos leves e que pode ser utilizada como combustível. De acordo com a Petrobrás, o GNV já é amplamente utilizado como combustível na indústria, no aquecimento predial e também como matéria-prima para a fabricação de fertilizantes. Acredita-se que é o “combustível do futuro”, já que proporciona uma queima que pode ser considerada como uma das mais limpas, tendo em vista que não possui enxofre em sua composição. Isso significa que não causa o problema da chuva ácida, por exemplo.

     

    Ainda de acordo com a Petrobrás, o GNV consegue aumentar a vida útil do motor devido ao fato de ser um combustível seco e limpo, além de evitar a corrosão do escapamento do veículo. Os custos da troca de gasolina ou etanol pelo GNV podem ter uma economia de até 60% ao longo do tempo, já que é muito mais barato. O custo da adaptação pode variar de R$2.500 a R$6.000, a depender do tamanho do cilindro. Abastecê-lo possui um custo médio de R$30 que pode garantir que o veículo rode cerca de 190 km.

     

    A desvantagem mais falada, até o momento, é que o cilindro ocupa um considerável espaço no porta-malas. Especialistas garantem que não há perda de potência do veículo e nenhum outro problema de segurança que o torne uma opção inferior à gasolina ou ao álcool. Trata-se de um combustível mais limpo, com menos impacto ambiental e que rende muito mais. Em todo caso, após a adaptação, o proprietário do veículo precisa redobrar os cuidados com o filtro de ar, as velas e cabos, já que sofrem maior desgaste. No caso do filtro de ar é interessante optar por um filtro especial, já que possui maior capacidade filtrante e é composto por material mais resistente, evitando problemas ocasionados por falhas na filtragem.

  • Motorista ecologicamente correto - formas de usar o veículo todos os dias e causar pouco impacto ambiental

    Depois de prejudicar por séculos a humanidade através do modo de produção industrial em larga escala, resolveu-se tomar conhecimento da importância de se preservar o meio ambiente. Também pudera, através de muitos diagnósticos econômicos errôneos e diversas teorias que priorizavam o lucro e o crescimento produtivo desmedido, o ser humano demorou muito para compreender que riqueza monetária não substitui a natureza e não é capaz de restituí-la.

    Esperar que se descubra um novo sistema econômico é simplesmente cruzar os braços e buscar um alívio para a consciência, que na verdade não existe. Assim, a solução para o indivíduo que se preocupa com o meio ambiente mas não pode abrir mão do seu estilo de vida é fazer a sua parte. Imagine se cada um fizesse sua parte? Certamente o impacto seria muito menor.

    Considere que cada casa e empresa separa o lixo reciclável do lixo orgânico, e este dos rejeitos. Facilitaria tremendamente o serviço das empresas de reciclagem e dos profissionais que trabalham separando e vendendo o material reaproveitável. Imagine se as pessoas se esforçassem para não sujar os rios, não gastar água potável em demasia ou utilizar produtos cujas empresas possuem responsabilidade e políticas ambientais? Você pode pensar: isso é utopia! Porém, é a solução que teóricos da economia ecológica propõem para a melhora do nosso panorama atual.

    O exemplo dos filtros especiais

    Muitos empresários visionários já perceberam que os seus clientes vão deixar de consumir seus produtos ou serviços se não houver responsabilidade ambiental. Empresas que buscam medidas de atenuar a poluição que causam, possuem notável reputação no mercado e merecem ser consideradas como exemplos. Neste artigo ressalta-se um item automobilístico, tendo em vista que o automóvel é um dos maiores poluidores da atualidade, sem mencionar o consumo de recursos esgotáveis. Ao mesmo tempo, o automóvel é indispensável para a manutenção da vida da civilização atual. A solução? Encontrar o meio-termo.

    Em primeiro lugar, montadoras buscam cada vez mais disponibilizar automóveis que gastem menos combustível do que antigamente. Reduzir o consumo de combustível é algo que o cliente deseja e que lhe alivia a consciência, certamente. Do mesmo modo, acessórios que permitem essa economia também são bem-vindos. O filtro de ar especial traz diversos benefícios ao cliente ecologicamente correto, começando por reduzir o consumo de combustível em até 10% em longo prazo.

    Além da redução do consumo, o filtro especial ainda proporciona a redução do descarte de resíduos sólidos. Os filtros especiais INflow, da Trytech, podem ser lavados e reutilizados, resistindo até 4 vezes mais do que um filtro original de papel ou algodão. Há uma redução do consumo de combustível e redução do descarte de resíduos sólidos, além da melhora do desempenho do automóvel e da manutenção da saúde do motor, evitando que seja necessário trocar peças antigas por novas (mais descarte de resíduos sólidos). Assim, os filtros especiais são exemplos de produtos aliados do cliente ecologicamente correto que deseja fazer a sua parte pelo meio ambiente sem que mude drasticamente o seu dia a dia.

  • Conheça as vantagens do filtro de ar especial INflow para carros

    Entre milhares de fóruns pela internet e em um mar de opiniões divergentes, é natural que muitos leitores que desejam saber mais a respeito da viabilidade dos filtros especiais fiquem um tanto perdidos. Nesse contexto, é de suma importância prover o máximo possível de informações técnicas para garantir que todos estejam munidos do que é realmente relevante para decidir a conveniência de um filtro especial para seu veículo. Por essa razão, preparamos este artigo visando esclarecer ao máximo possível todos os pontos positivos e negativos daquilo que já conhecemos do mercado em termos de filtros de ar automotivos.

    Por dentro do filtro de ar automotivo

    Em palavras simples, sabemos que a função do filtro de ar automotivo é permitir a passagem de ar limpo para dentro do motor para que a combustão aconteça a partir de uma mistura ideal, que consiste em uma proporção de 14,7 partes de ar a cada parte de combustível. Um filtro eficiente deve garantir que essa mistura obedeça a essa proporção pelo máximo de tempo possível, cuidando para que o gasto de combustível não ultrapasse o que é determinado pelo fabricante do veículo.

    Assim, para entender melhor como funciona o filtro INflow, é válido falar a respeito de sua espessura, que tem papel importante na filtração e fluxo de ar. Filtros de ar originais ou de papel possuem espessura de 0,5 milímetros ou 1,0 milímetro a depender do seu material (os filtros de fibra de algodão são mais espessos). O filtro INflow possui cerca de 5 centímetros de espessura, o que nos dá quase 50 vezes mais filtragem do que os filtros originais, permitindo que mais poeira, partículas de ar e outros materiais sejam retidos pela área de filtragem antes que os seus poros sejam entupidos.

    Além de ter o poder de filtrar muito mais sem restringir a entrada de ar para dentro do motor (permitindo a mistura ideal para combustão), o filtro INflow é lavável. Assim, quando chega a hora de fazer a lavagem, você pode ter novamente todo o poder filtrante que tinha quando adquiriu o filtro. Seria como adquirir um novo sem precisar investir nisso, bastando fazer a lavagem indicada pelo fabricante. Embora alguns filtros de algodão também sejam laváveis para reutilização, perdem cerca de 10% de sua eficiência a cada lavagem devido à desestruturação das fibras de algodão.

    Porosidade

    A porosidade é outro aspecto fundamental para conhecer a qualidade e eficiência do filtro de ar automotivo que você irá escolher para o seu veículo. No caso dos Filtros INflow, sua porosidade é específica e equilibrada para garantir pouca perda de carga sem comprometer a filtração.

    Em testes feitos de acordo com os padrões de engenharia automotiva SAE, os filtros INflow apresentaram eficiência de filtragem inicial de 97,93%, de modo que apresentou equilíbrio entre filtragem e retenção absolutamente adequado, retendo até partículas de poeira muito finas, o que é ideal para quem trafega com frequência em estradas de terra.

    Para saber qual é o filtro INflow adequado para o seu veículo, acesse o site www.filtrosinflow.com.br e insira as características requisitadas.

  • Trytech amplia o seu mercado e oferece filtros de ar para motos

    Empresas ambiciosas não são aquelas que pensam primariamente em aumentar os seus lucros, mas sim em oferecer um produto ou serviço que realmente ajudem as pessoas em seu cotidiano. E é de acordo com esse objetivo que a Trytech trabalha: pensando nas necessidades dos clientes e empenhando esforços para supri-las da melhor maneira possível.

    Os Filtros INflow para carros têm conquistado uma importante parcela dos brasileiros. A preocupação com a economia de combustível, a conservação da boa saúde do motor e da mecânica do veículo, bem como o seu ganho de desempenho e ainda a colaboração com o meio ambiente tornaram os Filtros INflow um produto praticamente indispensável, especialmente para os motoristas que utilizam seus veículos diariamente ou trafegam em ambientes com muitas partículas de materiais soltas pelo ar.

    Devido às conquistas adquiridas nessa trajetória e do sucesso do produto entre os motoristas de carro, a Trytech, empresa que oferece os Filtros INflow, optou por fazer o lançamento dos filtros especiais também para motos. Embora seja um tipo de veículo que traz um novo tipo de cliente, o objetivo é o mesmo: trazer múltiplos benefícios ao motorista, bem semelhantes àqueles que o filtro especial consegue proporcionar aos carros.

    Vantagens do filtro de ar especial para motos

    O filtro de ar para motos possui a mesma importância do filtro de ar para carros: deve garantir que o ar entre limpo no motor para gerar uma combustão feita com a mistura ideal entre combustível e ar. O motociclista que não se atenta para a troca periódica do filtro de ar da sua moto pode enfrentar graves problemas no motor e prejudicar a saúde de outros componentes da moto. Portanto, um filtro de ar com uma filtragem eficiente é indispensável para o motociclista. Mas qual seria a vantagem do filtro de ar especial com relação ao filtro original?

    O filtro especial garante uma filtragem muito mais eficiente do que o filtro original pelo fato de permitir uma filtragem mais completa, ou seja, que consegue reter partículas muito pequenas de poeira, ao mesmo tempo que não entope rapidamente. O filtro cujos poros entopem em poucos meses de uso barra a entrada do ar no motor, fazendo com que este tenha que funcionar com uma mistura rica, isto é, com mais gasolina do que ar, aumentando o consumo.

    Além disso, precisamos falar sobre a melhora de desempenho. Se o bom desempenho de um carro é importante na aceleração, o é ainda mais para um motociclista, já que sua segurança depende do cálculo correto que faz em sua mente de velocidade x tempo. Caso a moto não responda adequadamente, sua segurança pode estar ameaçada. Um filtro original, à medida que tem os poros preenchidos de partículas de poeira, restringe a entrada do ar, fazendo com que a moto trabalhe com “pouco fôlego” e não responda da forma esperada. Portanto, para a segurança do motociclista que trafega diariamente, um filtro de ar que cumpre com a sua função por mais tempo é certamente mais seguro.

    Os filtros INflow ainda possuem fatores que os colocam à frente da concorrência: são laváveis e reutilizáveis. Enquanto os filtros originais devem ser trocados tão logo percam a sua capacidade filtrante devido à obstrução dos poros, o filtro especial INflow pode ser lavado, de acordo com as recomendações do fabricante. Em sua embalagem, o cliente recebe tudo o que precisa para fazer a lavagem e todas as instruções necessárias. A reutilização permite que um filtro INflow dure o equivalente a até 4 trocas de filtros originais.

    Para conhecer os modelos de filtros para motos que a Trytech disponibiliza, basta acessar o site www.filtrosinflow.com.br e inserir as informações sobre a sua moto.

  • Por que o filtro de ar esportivo vale a pena? Confira fatores importantes na hora de adquirir o seu

    Muitos vídeos de testes têm circulado pela internet com o objetivo de apurar a diferença entre filtros de ar originais e filtros esportivos, de modo a selecionar os benefícios observados no veículo. Como as conclusões são as mais divergentes possíveis, preparamos este artigo para apontar o que realmente você irá obter ao adquirir um filtro de ar esportivo.

    É importante desmistificar todas as expectativas infundadas que circulam por aí, especialmente para quem gosta de fazer muitas alterações no carro. O filtro de ar do motor possui uma função específica, que é garantir a passagem de ar limpo para que a combustão ocorra dentro do motor, permitindo ainda uma mistura ideal entre o combustível e este ar filtrado. É importante esclarecer que os filtros originais de fábrica cumprem com essa função, assim como a maioria dos filtros de ar automotivos. Ora, se não fosse assim, sequer estariam no mercado, certo? A grande questão é: por quanto tempo? Que tipo de filtro tem uma filtragem adequada e cumpre melhor com essa tarefa de filtrar e permitir a passagem de ar de modo que o motor “respire” tanto quanto necessita?

    O que podemos adiantar é que os filtros originais não cumprem com essa função por tanto tempo quanto seria conveniente para o consumidor e isso se explica pelo fato de que os seus poros se entopem com as partículas de poeira e sujeira existentes no ar, cumprindo cada vez menos com a sua função filtrante ao longo do tempo. Embora a recomendação de troca seja de 6 meses ou 10 mil km, às vezes é preciso trocar antes, caso o veículo trafegue em um ambiente onde haja mais poeira do que o normal.

    O filtro de ar esportivo (ou especial) foi criado para otimizar a função filtrante. Ele vai mais longe e faz o que o filtro original não é capaz de fazer, especialmente quando consideramos o longo prazo. Vamos usar como exemplo os filtros esportivos INflow, da Trytech, que têm se destacado muito no mercado. Os filtros INflow são feitos de poliuretano especial, que é um material semelhante à espuma, muito resistente e eficiente no que diz respeito à filtragem. O poliuretano especial possui poros distribuídos aleatoriamente em toda a sua constituição, permitindo que, mesmo sujando-se e entupindo boa parte dos poros, o ar continue entrando livremente para o motor, enquanto a sujeira é retida continuamente pela espuma. Quando chegar o momento de checagem (6 meses), basta lavar o filtro como indicado no manual e recolocá-lo no lugar. Ele dura cerca de 4 vezes mais do que o original.

    Alguns mitos

    Testes instantâneos dificilmente conseguem abranger todos os benefícios do filtro especial. Isso ocorre porque muitos desses benefícios só podem ser avaliados no médio e longo prazo, como a redução do consumo de combustível e o ganho de desempenho do veículo, que deve ser “sentido” pelo motorista na melhora de sua dirigibilidade.

    Um filtro esportivo consegue transformar o ronco do motor, tornando-o mais imponente, fazendo parecer mais agressivo. Porém, este não é o único benefício que o filtro esportivo oferece; é apenas uma consequência da melhora do fôlego. Outro apontamento importante é que o filtro, quando colocado fora da caixa, deve ser localizado onde há abundância de ar frio. Caso contrário, parte do potencial do filtro poderá ser desperdiçado.

  • Quem disse que os veículos modernos não podem ser ecologicamente corretos? Saiba como você pode contribuir com o meio ambiente

    A poluição, o desmatamento e a exploração desmedida de recursos nos faz questionar todos os dias onde vamos parar. Os hábitos da sociedade moderna como um todo se mostraram extremamente nocivos à natureza que, ameaçada, pode se enfurecer contra nós de formas inimagináveis. Nada mais justo, afinal, vivemos num mundo regido pela lei de ação e reação e a natureza, que chegou muito antes da humanidade na terra, não se deixará destruir assim, tão facilmente.

     

    Infelizmente, o ser humano percebeu tarde demais os danos que havia causado. Se toda a questão do meio ambiente pudesse ser revertida a partir dessa descoberta, tudo bem! Porém, hábitos que geram poluição foram desenvolvidos e tradicionalmente mantidos por muitas gerações e mudar a mente das pessoas é realmente algo muito difícil.

     

    No entanto, nem tudo está perdido. Empresas, instituições e muitas organizações têm empenhado esforços para conservar o meio ambiente dentro do sistema capitalista tanto quanto é possível. Uma das soluções é optar pela produção sustentável, que preza pela reciclagem, reutilização, redução da emissão de poluentes, redução da exploração e muitas outras medidas interessantes e eficientes.

    Por isso, se sua consciência dói ao pensar no meio ambiente toda vez que você tira o seu veículo da garagem, pode começar a se tranquilizar, ao menos por saber que de alguma forma você pode contribuir sem ter que abrir mão totalmente do seu estilo de vida. É certo que abandonar alguns hábitos e produtos antigos torna-se necessário, sendo que todos nós podemos fazê-lo. Neste artigo, apresentamos alguns exemplos de economia no setor automotivo.

    Veículos híbridos

    Os veículos híbridos utilizam um motor elétrico para auxiliar o motor de combustão, permitindo grandes ganhos em termos de economia de combustível. Há grande investimento no setor de veículos elétricos, mas atualmente são os híbridos que estão em circulação no mercado de forma mais acessível e eficiente para o consumidor. Mesmo assim, veículos totalmente elétricos já são uma promessa para o futuro.

    Material reciclável

    Todo veículo possui componentes que devem ser trocados no mínimo uma vez ao ano e o exemplo que podemos dar são os filtros de ar. Você já parou para pensar na quantidade de plástico que é totalmente descartado ao trocar o filtro? Pensando nisso, os fabricantes de filtros de ar desenvolveram o filtro de ar especial, que pode ser reutilizado pelo consumidor e ainda possui material reciclável. É o caso dos Filtros INflow da Trytech, que duram cerca de 4 vezes mais do que o filtro de ar comum e ainda garantem economia de combustível em longo prazo e melhora do desempenho do veículo.

    Economia de combustível

    Quando comparamos veículos antigos com os modernos, podemos observar a preocupação em termos de economia de combustível e redução da emissão de poluentes. Nos anos 50, 60 e 70 era bastante comum que as pessoas ostentassem veículos enormes, que precisavam de motores igualmente enormes e que exigiam bastante energia para rodar. Atualmente, a preocupação das montadoras é produzir veículos que não pesam no bolso do consumidor. Os modelos de 2017 conseguem fazer até 18 km por litro de gasolina na cidade.

  • Confira 5 dicas eficientes para melhorar o desempenho do seu veículo sem ter que ir ao mecânico

    Sim, isso é possível! Porém, é importante já dizermos de cara que não se trata de fazer um utilitário comum se transformar em um “muscle car” e sair por aí com o motor roncando pesadamente. Aqui, as dicas são para aquele veículo “amarradinho” rodar mais solto, arrancar mais rápido e perder menos velocidade, por exemplo, em uma subida. Nas estradas brasileiras o tempo que o carro leva para ganhar velocidade pode definir o sucesso de uma ultrapassagem - e o sucesso de uma ultrapassagem pode nos conservar a vida.

    Você pode pensar “ah, mas eu tenho um veículo 1.0, é impossível de que meu arranque seja bom”. Nada disso! As empresas automotivas têm investido para que os veículos 1.0 sejam cada vez mais “espertos” para ganhar velocidade rapidamente em uma aceleração. Além disso, não são apenas as cilindradas do motor que influenciam neste aspecto. A leveza do veículo e o modo como o dono lida com ele certamente podem fazer a diferença e é disso que vamos falar aqui. Confira a seguir cinco dicas para melhorar o desempenho do seu veículo sem precisar ir ao mecânico e fazer mudanças mirabolantes nos componentes.

    Tanque cheio - para quê?

    Tem gente que adora andar com seu veículo de tanque cheio sempre. Na verdade, esse hábito pode acrescentar até 30 kg na carga total do veículo, fazendo com que mais energia seja necessária para que ele se locomova. Por outro lado, andar com o tanque vazio pode danificar a bomba de combustível. Assim, é recomendado andar com meio tanque.

    Óleo velho - evite!

    Seguir as recomendações do fabricante é uma boa ideia. Rodar por aí com óleo velho pode danificar o motor e fazer com que o seu carro ande sempre “amarrado”.

    Atenção para a troca do filtro de ar

    O filtro de ar é um componente importantíssimo. Esquecer a sua troca pode, em um caso extremo, fazer o motor fundir. Por isso, troque o filtro de seis em seis meses ou a cada 10.000 km. Se quiser um desempenho ainda melhor, opte por um filtro especial e rode mais tempo gastando menos e com um desempenho melhor. O custo-benefício é indiscutível!

    Devagar e sempre - segurança e economia

    Andar com frequência acima de 100 km por hora pode fazer com que o veículo precise de 30% mais energia para se deslocar contra o vento. Portanto, aliviar o acelerador sempre que possível é um hábito que faz bem ao bolso e contribui para a sua segurança.

    Calibragem dos pneus

    Procure calibrar os pneus de acordo com a lotação e a indicação do fabricante. Isso pode conferir um ganho de rendimento de até 3%, visto que pneus cheios de forma ideal podem ajudar o veículo a ganhar velocidade. É importante também se atentar para trocá-los sempre que apresentarem desgaste. Afinal, pneus carecas são uma ameaça à sua segurança,  já que escorregam muito em pista molhada.

1-10 de 48

Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5