Bem-vindo(a) a Filtros Inflow

Bem-vindo(a) a Filtros Inflow

Últimos Adicionados

Nenhum produto no carrinho.

Filtros de poliuretano x filtros de papel originais – quais as vantagens e desvantagens?

Se você não faz ideia de como funciona o filtro de ar do seu carro, é melhor começar a se informar imediatamente, especialmente se já rodou 10.000 km ou mais. O filtro de ar do carro é uma peça simples e barata, mas o seu uso indevido pode representar gastos que superam R$4.000,00 (quatro mil reais) e muitos dias no mecânico – resultado de um possível motor fundido. Embora os motoristas mais cuidadosos possam não acreditar que há pessoas que deixam o seu automóvel chegar a este ponto, esta realidade é muito mais comum do que se imagina, e oficinas do país inteiro têm que resolver este tipo de caso com frequência. Quem gosta de carro – e de economizar – sabe que os cuidados com o filtro são importantes não só para manter a mecânica do carro saudável, mas também para economizar combustível.

Atualmente, a polêmica a respeito dos filtros tem girado em torno da possível melhora de rendimento que seu veículo pode ter ao trocar o  filtro de ar de papel/algodão por um filtro especial de poliuretano. Os fabricantes afirmam categoricamente que há vantagem na troca, os mecânicos divergem de opinião e os usuários tendem a concordar com os fabricantes. Antes de nos aprofundarmos nesta discussão, há questões importantes a serem consideradas: os filtros de ar de papel são muito mais baratos do que os de poliuretano, porém devem ser trocados com maior frequência. Entre prós e contras, analise cuidadosamente qual deles proporciona mais vantagens.

A tecnologia dos filtros de ar INflow.

Aqui buscaremos elucidar melhor como a tecnologia de um filtro de poliuretano atua no funcionamento de um automóvel. O filtro de poliuretano atua corrigindo possíveis restrições da entrada de ar que o filtro de papel, inevitavelmente, possui pela simplicidade de sua tecnologia. Com a regulagem e o equilíbrio da entrada de ar, o motorista perceberá que o seu automóvel rodará com maior desenvoltura, sem que seja necessário pisar tanto no acelerador, consequentemente consumindo menos combustível. Até este ponto você já obtém as seguintes vantagens: ganho de potência, melhor performance e economia de combustível. A TryTech afirma que o ganho de potência no momento em que você insere o filtro no seu automóvel (fazendo o comparativo com o filtro de papel) é de 2 a 3%. Porém, quando consideramos a perda de eficiência do filtro de papel ao longo do tempo (o que não há no caso do poliuretano), o comparativo indica que este ganho acaba por chegar até 10%.

Recomenda-se a troca do filtro de papel a cada 10 mil quilômetros rodados. O filtro de poliuretano INflow deve ser inspecionado a cada 15 mil quilômetros rodados, ou seja, rodando com um filtro de papel seria necessário que fizesse a troca com maior frequência. Com um de poliuretano INflow, por outro lado, é necessário apenas que faça o procedimento de limpeza indicado pelo fabricante, sem necessidade de gastar dinheiro com a aquisição de um novo. Observamos que o investimento inicial em um filtro INflow de poliuretano, retorna não somente na redução da quantidade de trocas, mas também na redução do consumo de combustível ao longo do tempo. Apesar de ter que pagar um pouco mais por um filtro de poliuretano, certamente o investimento valerá a pena, já que você dará ao seu automóvel um trato melhor, economizará combustível e terá que fazer menos trocas, de modo que o investimento retornará em benefícios a você ao longo do tempo. Embora o filtro de ar de papel seja mais barato, a perda de desempenho pela tecnologia simples do papel/algodão representa perda de desempenho tão logo o filtro acumule sujeira. Até que você o troque, o benefício que deixa de desfrutar em termos de potência pode chegar a 10%. Aposte no filtro de ar de poliuretano! Entre em contato com um consultor INflow e saiba qual o modelo indicado para o seu veículo.

Deixe uma resposta

Você precisa fazer login para publicar um comentário.