Bem-vindo(a) a Filtros Inflow

Bem-vindo(a) a Filtros Inflow

Últimos Adicionados

Nenhum produto no carrinho.

O motor fundiu! E agora?

O motor fundido não é só um pesadelo dos motoristas. É também da maioria dos mecânicos. Apesar de este tipo de reparo custar uma boa quantia, ainda é bastante complicado corrigi-lo. Há muitos proprietários que desistem do conserto e acabam abandonando o veículo, já que é possível que o custo seja referente a pelo menos metade do seu valor. O mais inaceitável com relação a motores fundidos é que trata-se de um problema absolutamente evitável.

O cuidado diário com o veículo certamente elimina a possibilidade deste tipo de problema. Abastecer em postos confiáveis, checar o nível da água e realizar trocas frequentes de óleo e filtro de ar do motor são algumas responsabilidades que o motorista deve ter para conservar a longevidade do motor do seu veículo, especialmente se você trafega em um terreno muito rico em poeira e partículas de outros materiais.

O que fazer e como notar um motor fundido

Embora os sinais comecem a aparecer através dos barulhos estranhos feitos pelo motor (sons de batidas, ronco diferente e claramente sugerindo problemas) e também em uma maior dificuldade para arrancar do que de costume, você pode suspeitar de que o  motor realmente fundiu quando tentar ligar o carro e todos os componentes funcionarem: as luzes se acendem, o rádio toca; mas é impossível dar partida no motor. Ficar tentando e forçando só servirá para soltar alguma fumaça, e deixar a situação ainda pior. Se você porventura se encontrar em uma situação como essa, entre em contato com o seu mecânico e cuide para não prejudicar ainda mais o seu veículo, se aventurando a tentativas frustradas de “ressuscitá-lo”.

A troca do filtro de ar

É difícil de acreditar, mas muitas pessoas acabam por se descuidar da troca do filtro de ar. Embora seja algo simples, rápido e barato de se fazer, nem todos os motoristas se atentam para essa necessidade e o resultado pode chegar a um motor fundido - depois de muito gasto em excesso de combustível, é claro! Assim como o óleo, é importante que as trocas sejam feitas com a periodicidade indicada pelo fabricante. Afinal, o filtro e o óleo sujo são fatores que afetam diretamente a saúde do motor. É recomendável que todos os motoristas encontrem formas de se lembrar dessas responsabilidades. É melhor ser cuidadoso do que ficar sem carro, tendo ainda que pagar uma quantia exorbitante pelo conserto.

No caso do filtro de ar, a nossa recomendação é trocar um filtro comum - de fábrica - por um filtro especial. O filtro especial pode ser instalado pelo próprio motorista e pode ser reutilizado até 4 vezes. É lavável e isenta o proprietário da responsabilidade de trocá-lo com tanta frequência. Além disso, contribui com a saúde do motor, deixando passar a quantidade de ar que ele necessita para funcionar da forma como foi projetado para fazê-lo. Um filtro especial possui um custo um pouco maior do que o filtro comum, mas está muito longe de ser caro quando consideramos a economia em combustível, a isenção da necessidade de trocas a cada 6 meses e também os benefícios à saúde do veículo. Ficou interessado? Saiba mais acessando o link: www.filtrosinflow.com.br

Deixe uma resposta

Você precisa fazer login para publicar um comentário.