Bem-vindo(a) a Filtros Inflow

Bem-vindo(a) a Filtros Inflow

Últimos Adicionados

Nenhum produto no carrinho.

Blog INflow

  • A importância no momento da escolha por um filtro de ar de poliuretano em substituição ao original (de papel).

    O filtro de ar é uma das peças mais importantes de um veículo, pois o funcionamento do motor depende diretamente da qualidade do filtro e que venha a desempenhar corretamente a sua função. Os filtros de ar são comumente feitos de papel, isso se deve ao fator custo - filtros de papel são mais baratos de se produzir - especialmente quando consideramos grandes quantidades, que é o caso das montadoras. O filtro de papel atende tranquilamente o requisito de filtragem de ar para o motor, porém algumas empresas têm buscado inserir filtros de poliuretano em veículos de maior valor agregado, buscando otimizar o desempenho, a economia e reduzir a poluição do meio ambiente.

    Na maioria dos casos, os filtros de ar devem ser trocados a cada 10.000 ou 15.000 quilômetros rodados, como indicam as concessionárias. Esta estimativa pode variar de acordo com o tipo de ambiente no qual você transita com o seu veículo, o modo como você dirige, o nível de qualidade do combustível que utiliza e ainda outros fatores. Os fabricantes de filtros de ar tradicionais (papel/algodão) sempre possuem claras recomendações quanto aos intervalos de troca dos filtros, inclusive estes recomendam a troca a cada 5.000 quilômetros, permitindo que não haja grandes perdas de desempenho. Porém, para garantir que o seu veículo não seja prejudicado, você pode verificar se o seu filtro deve ser trocado antes mesmo do prazo indicado, passando em algum posto de combustível ou mesmo por conta própria.

    Motor fundido

    Muitas pessoas acreditam que um filtro sujo não pode fundir o motor de um veículo, mas essa questão carece de esclarecimentos. Na verdade, o filtro sujo pode sim danificar o motor a ponto de fundi-lo, mas só depois de  um tempo considerável rodando sem trocar o filtro. Com o passar do tempo, os filtros entopem e impedem a passagem de ar, de modo que o motor exige mais combustível para funcionar e, assim, você começará a sentir o prejuízo no bolso. O motor passa a trabalhar “sofrendo” e você pode danificar boa parte da mecânica do seu automóvel se insistir em rodar por aí nessas condições. Se você não gosta de ter preocupações nesse sentido, não há nada melhor do que trocar o  filtro comum do motor do seu veículo por um de poliuretano da INflow. Os filtros da INflow são reutilizáveis e possuem uma vida útil que chega a ser 4 vezes maior do que a dos filtros comuns, bastando seguir as recomendações do fabricante. O INflow é um investimento - além de ser reutilizável, e alivia o consumo de combustível. Além dos benefícios citados, ao trocar o filtro original por um filtro de poliuretano INflow,  é possível observar uma melhora no desempenho do seu carro, já que a passagem de ar é mais fluída do que permitem os filtros originais. A TryTech possui filtros para diferentes tipos de veículos, utilidades e terrenos. Assim, se você, por exemplo, transita muito por estradas de terra, pode investir em filtros específicos Off-Road para auxiliar ainda mais na retenção de impurezas. Experimente utilizar em seu veículo um filtro de ar INflow, economizando combustível e colaborando com o meio ambiente.

  • Conheça as vantagens de trocar o filtro de ar original do motor do seu veículo por um filtro especial

    O filtro de ar do seu carro sempre será uma peça para a qual você nunca poderá deixar de dar atenção, assim como acontece com a troca do óleo, do filtro de ar condicionado e outros componentes. Ao adquirir um veículo novo ou usado é importante estar ciente de que você adquiriu também muitas responsabilidades e isso inclui o devido cuidado indicado pelo fabricante. Antes de falar sobre os filtros especiais, precisamos mencionar a importância do filtro de um modo geral.

    O filtro de ar do seu veículo pode afetar o meio ambiente, o seu bolso e a saúde do seu motor caso esteja sujo, restritivo em excesso ou deixando passar muitas partículas de sujeira e ar. O filtro de ar trabalha de forma eficiente quando trabalha em equilíbrio, e esse equilíbrio consiste em reduzir ao máximo a entrada de partículas de sujeira deixando passar a quantidade ideal de ar para o interior do motor, permitindo um bom desempenho e um gasto coerente de combustível.

    O filtro sujo, especialmente quando é o filtro original de papel, é bastante restritivo e representa um gasto muito maior de combustível. Ele é eficiente quando falamos de filtragem, mas essa eficiência é baseada em restrição de ar. Assim, é comum que o motorista sinta o carro “amarrado” tão logo o filtro se suja. Mesmo quando é novo, o ganho de potência é irrelevante. É preciso considerar também que o uso excelente deste filtro dura pouquíssimo tempo, já que ele se suja rapidamente. A recomendação dos fabricantes, de um modo geral, é que seja trocado de 6 em 6 meses ou a cada 10 km. É importante checá-lo até antes de atingir esses números quando se trafega com frequência na zona rural, devido a uma maior incidência de poeira.

    Os filtros especiais e as soluções propostas

    O filtro especial foi criado considerando as necessidades de um proprietário de veículo, independente do uso que faça do mesmo. O filtro especial é composto de um material mais resistente e a filtragem se utiliza de tecnologias mais complexas e materiais superiores aos dos filtros de papel. Os filtros de gaze são superiores devido ao material utilizado, embora se valham da mesma tecnologia que os filtros originais. Os filtros de espuma - considerada hoje como o produto que mais atinge a demanda por equilibrar o bom funcionamento do filtro - são superiores em material e tecnologia, que é totalmente diferente do filtro original e também do filtro de gaze.

    A vantagem principal do filtro especial em termos de utilidade é que o usuário não precisa se preocupar tanto com sua troca, não precisa descartá-lo a cada seis meses e pode trafegar com a tranquilidade de consumir o combustível necessário (nada mais que isso, ao menos em razão do filtro) para um bom desempenho do veículo. O filtro especial permite um deslocamento mais livre, mais obediente e evita que o motor corra o risco de fundir por motivo de sujeira. Para veículos de corrida e rally, o filtro de ar deve ser trocado de qualquer forma e isso evidencia a questão do ganho de potência de que tanto ouvimos falar. Um filtro restritivo não dá ao motor a chance que ele merece de efetuar o arranque e atingir a potência necessária. Para não prejudicar esse tipo de motor - que não custa nada barato - a necessidade se concentra em ter um filtro que permita que o máximo de poeira seja filtrado.   Os ganhos também abrangem questões ambientais como o descarte de resíduos e a exploração de recursos. Os motoristas conscientizados a respeito deste tipo de causa certamente evitarão o descarte de material comprando um filtro que não necessita  ser trocado em tão pouco tempo. A isso, soma-se a questão do gasto moderado de combustível, cuja fonte não é renovável.

  • Não rode por aí com o filtro de ar saturado! Adquira um filtro INflow

    Os veículos são compostos por diversos tipos de componentes importantes e é essencial que eles funcionem bem e de forma simultânea. Não adianta você utilizar o melhor combustível se não se atentar à troca de óleo do veículo, por exemplo, ou do filtro de ar indicados pelo fabricante em data e horário específicos. Por isso, vale a pena ser cuidadoso e evitar imprevistos desagradáveis, como ficar na mão em um dia que você tenha um milhão de coisas a fazer e precisa ir de carro em vários lugares.

    Não é incomum que os carros “parem do nada” e deixem os motoristas enlouquecidos de frustração. Afinal, essas coisas acontecem sempre quando não estamos esperando. Uma bateria que acabou e você nem se lembra quando a comprou é um excelente exemplo de que devemos ter o máximo de cuidado com o nosso veículo. Somos pegos de surpresa porque, na correria do dia a dia, acabamos por nos descuidar de algumas pequenas obrigações que podem nos salvar de muitas surpresas desagradáveis.

    O filtro de ar

    Sabemos que o filtro de ar automotivo é utilizado para permitir a entrada de ar no motor - gerando combustão - e garantir que este ar entre limpo, de modo a não danificar o motor por dentro (o atrito pode arranhar e em casos extremos pode fundir um motor). O filtro de ar está diretamente relacionado com a economia de combustível, já que um filtro saturado - sujo, com partículas de sujeira entupindo os poros onde o ar deveria entrar - faz com que o motor utilize mais combustível do que ar para gerar a combustão. Assim, o seu carro acaba sofrendo bastante pela simples falta de atenção à troca, em dia, do filtro de ar.

    Se você deseja ter que se preocupar menos com essa questão, pode optar por adquirir um filtro de ar especial. Atualmente no mercado, temos diversos modelos de filtros que prometem um rendimento muito melhor, além de uma relevante economia de combustível e ganho de potência, tudo através da troca de um filtro comum (de papel) por um filtro feito de espuma. Isso se explica porque o filtro de papel busca evitar ao máximo a entrada de partículas de sujeira através de uma tecnologia relativamente simples. Assim, tão logo se suja, impede drasticamente a entrada do ar e faz com que o motor trabalhe sob condições muito adversas. Os filtros de papel geralmente são plissados para aumentar a eficiência e isso faz com que acumule muita sujeira em suas dobras. Um exemplo de modelo de filtro, comprovadamente superior, é o filtro de espuma INflow, da Trytech. Este filtro possui uma tecnologia muito superior à do filtro de papel; porém um tanto simples de se compreender. Em vez de ser plissado, o material da espuma é eficiente o suficiente para funcionar sem dobras, eliminando um fator restritivo. Além disso, o seu diferencial é que, mesmo em um ambiente que tenha a presença de muita sujeira, este filtro consegue manter a mistura ideal da combustão por muito mais tempo, evitando a necessidade de que você fique se preocupando em trocá-lo ou limpá-lo com frequência. A passagem de ar ocorre como em um labirinto: os furos são feitos de forma aleatória. Assim, o ar encontra a passagem tranquilamente para o motor, enquanto a sujeira fica presa na espuma, que contém óleo em suas tramas para fazê-la grudar. Ficou interessado? Experimente! Confira os modelos do site www.filtrosinflow.com.br

  • O que faz com que os filtros de ar de espuma sejam melhores do que os de papel?

    Se você está lendo este texto, provavelmente já sabe como funcionam os filtros de ar veiculares, certo? Para os leitores que ainda não sabem, podem dar uma conferida neste artigo para entenderem melhor do que falaremos a seguir. Todos os motoristas que gostam de saber como os seus veículos funcionam - e também de economizar - sempre buscam meios de fazê-lo e uma dessas formas é fazendo uma análise do tipo de filtro mais adequado  ao seu veículo. Aqui, falaremos um pouco dos detalhes de funcionamento do filtro de ar de espuma e do filtro de papel, permitindo assim que você conclua qual seria o melhor para o seu caso.

    Para que um filtro de ar seja considerado eficiente, ele precisa dar conta de duas funções: filtrar o ar e permitir a sua passagem. Para que isso aconteça, os orifícios do filtro precisam estar suficientemente abertos (permitindo grande fluxo de ar para bom funcionamento do motor, que também pode ser conseguindo com uma maior quantidade de orifícios, em vez da abertura maior), mas tendo o cuidado de equilibrar esta abertura, de modo a impedir que partículas de sujeira e poeira entrem no motor, arranhando-o e causando o seu desgaste. Equilibrar estes dois fatores é um dos maiores desafios dos fabricantes de filtros. No caso do filtro de papel, é limitado devido ao fato de ser feito com um material mais barato e de qualidade questionável. Nunca tente lavar um filtro de papel, pois você o inutilizará. Quando sua capacidade filtrante vence, você deve adquirir um novo. Na imagem abaixo, você pode conferir a representação de um corte transversal de um filtro de papel plissado (com dobras) e não plissado (semelhante a um filtro de café):

    Link:http://blog.perrinperformance.com/foam-filter-qa-why-they-are-the-best/

    Basicamente, o orifício de entrada é maior, bloqueando a sujeira para que não entre no orifício menor, mas deixando espaço para a entrada de ar. Já no segundo exemplo podemos observar o caso dos filtros de ar de papel que estão no mercado atualmente. As dobras servem para aumentar a área de superfície filtrante. Em todo caso, os filtros de papel são naturalmente restritivos e, com o tempo, impedem que o ar entre no motor tanto quanto é necessário para gerar uma mistura ideal para a combustão.

    Os filtros de gaze (ou algodão)

    Os filtros de gaze são muito famosos e merecem esta fama devido ao fato de serem os pioneiros no mercado em termos de filtro de alta performance. Os filtros de gaze quando comparados aos filtros de papel apresentam dois importantes diferenciais: trama mais aberta, permitindo maior passagem de ar e oleada. O óleo é essencial no sentido de “segurar” as partículas de sujeira para impedir sua entrada no motor. O óleo é importante nesse caso justamente pelo fato de a trama ser mais aberta, já que a sujeira que passaria no motor fica presa nele. Abaixo, confira uma imagem da trama oleada para entender melhor como este filtro funciona:

    Link:http://blog.perrinperformance.com/foam-filter-qa-why-they-are-the-best/

    Os filtros de gaze são também plissados para uma melhora de eficiência e sustentação do material, que é frágil. Desse modo, o filtro se vale de uma técnica semelhante ao filtro de papel, porém superior devido ao material e também do uso do óleo. Veja a seguir:

    Imagem: http://blog.perrinperformance.com/foam-filter-qa-why-they-are-the-best/

    O fato deste filtro ser pregueado aumenta a eficiência de filtragem, mas apresenta um problema: a sujeira se acumula nos cantos, restringindo a passagem de ar e trazendo um desequilíbrio entre os fatores filtragem x fluxo de ar no motor. Desse modo, tal qual o filtro de papel, o filtro de gaze perde posição entre os mais eficientes. Para solucionar a questão, os fabricantes conseguiram tornar este filtro lavável, de modo que uma vez que se acumula sujeira e a restrição começa, você pode fazer uma limpeza e não precisa jogá-lo fora.

    Os filtros de espuma e um breve comparativo com os filtros de gaze

    A espuma é muito presente em nossas vidas e pode ser utilizada com sucesso para desempenhar diversas funções. Por ser um material resistente e ao mesmo tempo flexível, a espuma também desempenha a filtragem de ar com bastante sucesso. Procuraremos explicar sucintamente sua tecnologia e mostrar porque são superiores aos filtros de papel e aos outros filtros de ar. Abaixo, vamos mostrar um comparativo entre o filtro de espuma e o de gaze (que é superior ao de papel, mas inferior ao de espuma).

    Link:http://blog.perrinperformance.com/foam-filter-qa-why-they-are-the-best/

    Na imagem acima, podemos observar a representação de um filtro de gaze no momento em que exerce a sua função. As setas verdes representam o fluxo de ar. Os pontos em marrom representam as partículas de sujeira que devem ser filtradas. Os pontos negros representam os elementos filtrantes a seco (orifícios) e os círculos rosados representam os elementos filtrantes oleados. Podemos observar que o filtro funciona bem quando consideramos a presença de 15 partículas de sujeira. No caso de 50 partículas, se torna restritivo, de modo que a passagem de ar fica bloqueada pela sujeira. Se o veículo transita em um ambiente com grande quantidade de poeira, terra ou areia, o filtro rapidamente entope, comprometendo o desempenho do motor. Confira a seguir a semelhante representação para o caso dos filtros de espuma:

    Mesmo com o uso moderado (seja em ambiente com grande quantidade de sujeira ou depois de algum tempo de uso do filtro) as partículas de sujeira filtrada não impedem a passagem do ar, seja para 15 ou 50 partículas de sujeira. A trama da espuma tem abertura o suficiente para muito mais do que isso. Para você visualizar um pouco melhor o funcionamento da imagem acima, confira abaixo o filtro de espuma em sua versão real:

    Link:http://blog.perrinperformance.com/foam-filter-qa-why-they-are-the-best/

    O filtro de espuma consegue desempenhar sua função filtrante porque equilibra os dois fatores dos quais tínhamos falado no início do texto: impede a entrada de partículas de sujeira que danificam o motor, sem impedir que o ar entre. Tanto nos filtros de papel como nos de gaze o acúmulo de sujeira restringe a entrada do ar no motor, tornando necessário a troca (no caso do papel) ou a limpeza com uma frequência muito maior (no caso dos filtros de gaze/algodão). Embora a espuma consiga reter uma grande quantidade de sujeira, o filtro continua trabalhando ainda por muito tempo sem gerar desgaste do motor ou uma maior queima de combustível. Indiscutivelmente a espuma é a melhor escolha para qualquer caso, independente da quantidade de partículas de sujeira presentes no ambiente ou mesmo do uso do veículo.

  • Sobre filtros de ar para carro - qual é a importância da manutenção?

    Todo mundo que entende de carros - e até quem não entende muito - sabe que o maior pesadelo em termos de danos mecânicos é quando o motor funde. De um modo geral, as peças que compõem o motor são caras, bem como a manutenção para reparar o estrago, isso se tiver como fazê-lo. Ao pensar na compra de um carro usado, o comprador tem que dar atenção redobrada ao funcionamento do motor e procurar saber o máximo que puder sobre  como o carro vinha sendo cuidado até então.

    Um motor fundido pode danificar boa parte da mecânica do carro e ainda te fazer andar a pé por vários dias. Só para você ter uma ideia, a retífica de um motor fundido de um veículo utilitário dificilmente fica em menos de três mil reais. Quando a negligência com as recomendações do fabricante chega a pontos extremos, saiba que o filtro de ar sujo de um veículo  pode fazer o seu motor fundir.  A troca do filtro de ar dos carros é simples, quando falamos dos filtros tradicionais, dentro da caixa de ar. A maioria dos postos de combustível pode fazer esta troca, e se você tiver afinidade com a chave de fenda, pode fazê-lo também. É um investimento mínimo comparado ao que você teria que pagar para reparar um dano no motor ou mesmo quando consideramos que o filtro sujo faz o motor “beber” mais combustível.

    Como funciona o motor de um automóvel? Entenda como filtros de ar diferenciados podem fazer com que seu veículo tenha um rendimento ainda melhor.

    Basicamente, o funcionamento do motor acontece da seguinte forma: dentro de pequenas câmaras de combustão chamadas cilindros - os motores comuns possuem de 4 a 8 - oxigênio e combustível geram pequenas “explosões” capazes de mover os pistões e fazer as rodas girarem. Em suma, o motor precisa transformar o combustível em energia para o veículo se movimentar, e nesta transformação o oxigênio é indispensável. Os fabricantes buscam respeitar uma proporção adequada entre combustível e ar que serão misturados dentro das câmaras de combustão para que não haja desproporcionalidade. Isso quer dizer que quando um filtro de ar não cumpre com sua função por estar sujo, haverá pouco ar na câmara e mais combustível. Você gastará mais nos postos de combustível e ainda correrá o risco de que sujeira entre dentro do motor, especialmente se você roda muito na terra, barro e lugares afins.

    Se você já é cuidadoso com o seu veículo e não perde os prazos de troca de componentes, saiba que pode fazer ainda mais. Independente da marca do seu veículo ou do uso que faça dele, há a possibilidade de que você troque, por exemplo, o seu filtro de ar tradicional por um de qualidade superior, feito com materiais mais resistentes e que proporciona um melhor desempenho do veículo. Uma das maiores referências em filtros de ar, especialmente quando falamos de custo-benefício é a INflow. Os filtros INflow são compostos de poliuretano, que é um material que garante maior durabilidade e apresenta maior eficiência para o bom funcionamento do motor. A INflow possui filtros que se adequam à necessidade do usuário. O diferencial do produto está na otimização da entrada de ar, garantindo que a proporcionalidade necessária para que seu carro continue econômico seja sempre respeitada. Os filtros INflow são laváveis e reutilizáveis, podendo ser totalmente reciclados. Usando filtros de ar INflow, você otimiza o desempenho do motor do seu veículo, economiza combustível e ainda contribui com o meio ambiente.

  • Insatisfeito com o desempenho do seu veículo?

    Um carro com desempenho inferior ao esperado pode ser o desgosto de qualquer motorista. Se ao ler o manual e analisar o seu veículo no dia a dia você encontra diferenças no que diz respeito ao consumo, potência ou desempenho, tenha a certeza de que algo não está certo. Porém, antes de pensar em se desfazer do seu carro, é importante descobrir o que pode estar acontecendo. Afinal, ele foi feito para atender às necessidades e expectativas que você tinha na hora da compra e problemas deste tipo podem ser simplesmente uma questão de cuidado e atenção. Em quais postos você abastece? O combustível é confiável? Você realiza as revisões indicadas pelo fabricante? As trocas de óleo, filtro de óleo, filtro de combustível e filtro de ar do motor estão em dia?

    Em muitos casos, o modo como uma pessoa dirige pode também influenciar na resposta do carro ao longo do tempo. Pessoas que demoram demais nas trocas de marcha ou colocam o carro em ponto morto com muita frequência visando economizar combustível e conseguindo justamente o contrário - sem falar no risco que isso implica - podem ser a razão principal de aumento de gasto e rendimento abaixo do esperado. Portanto, em primeiro lugar é interessante reavaliar o seu modo de dirigir; em segundo, observar se você está realmente seguindo as recomendações do fabricante. Se você nem se lembra quando atingiu os 10.000 km e nunca fez uma revisão no carro, é melhor entrar imediatamente em contato com a sua concessionária ou mecânico de confiança.

    A solução pode ser um novo filtro de ar

    Se você está negligenciando a troca do filtro de ar, este pode ser o principal motivo da resposta ruim do seu carro. Porém, se você troca o filtro regularmente e ainda assim não está satisfeito, procure considerar a troca do filtro comum por um filtro especial, como os filtros de ar de poliuretano INflow. O diferencial de um filtro especial para o filtro comum em termos de desempenho está basicamente relacionado à otimização da entrada de ar. Com um filtro INflow o ar é filtrado antes de que sua passagem seja comprometida, fazendo com que a mistura entre ar x combustível fique proporcional e que o motor possa tomar o fôlego que precisa para funcionar adequadamente. Com um filtro comum isso não acontece. A entrada de ar é um processo simples e a filtragem ocorre simultaneamente a ela. À medida que o filtro fica sujo, os poros entopem, comprometendo a entrada do ar e diminuindo o desempenho do carro.

    É importante deixar claro que a troca do filtro não fará milagres no seu veículo. Para perceber a mudança, é preciso que você conheça o seu carro e observe o quanto ele gasta e como responde à troca. O INflow  garante uma economia de até 10% a longo prazo em comparação ao filtro comum - quando este ficaria sujo - o seu filtro de poliuretano continua trabalhando normalmente - sem mencionar a possibilidade de reutilização. Quanto ao consumo de combustível, clientes que testaram o filtro INflow em seus veículos afirmaram ter notado economia de até 2 km/litro dentro da cidade, observando-se ao mesmo tempo uma melhor desenvoltura do veículo e resposta mais rápida à aceleração. Considere a troca do filtro original do seu veículo por um filtro INflow de poliuretano e permita que o seu motor respire um novo ar.

  • Os gastos com combustível estão sugando o seu salário?

    Descubra algumas dicas simples que você pode adotar para fazer o seu carro “beber” menos

    Quando adquirimos um veículo é essencial que o dinheiro que estamos dispostos a gastar com ele vá muito além do seu valor de compra. É preciso contar com uma infinidade de gastos extras como: regularização de documentos, seguro, acessórios, lavagem e eventuais manutenções. Porém, o mais preocupante dos gastos com o automóvel é o consumo de combustível. Isso se explica pelo fato de que o combustível representa uma despesa mensal muito maior do que todos os outros gastos, especialmente se você mora em uma grande cidade, com trânsito pesado, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte ou São Paulo. Você precisa do seu carro, ele é um facilitador, mas arcar com o combustível é uma verdadeira provação. O que fazer?

    Trocar o carro pela bike, ônibus ou metrô pode dar certo para muitas pessoas, porém nem todas. Nem sempre você encontra aquele estacionamento amigo - seguro, barato, conveniente - no seu caminho, ou mesmo uma ciclovia que pudesse facilitar a sua vida. Na maioria dos casos ir de carro é mais fácil e rápido, no entanto não deixa de ser oneroso. Descartando a hipótese de abrir mão do seu companheiro de quatro rodas, o que resta mesmo a fazer é descobrir algumas formas de fazer seu combustível render e é isso o que nos interessa hoje. Saiba algumas dicas que vão além de encontrar um posto que vende barato.

    Dirigir bem e manter o carro em dia é essencial

    Se você é do tipo que espera o motor “urrar” por socorro para trocar de marcha, vai ter que mudar os seus hábitos. A recomendação é trocar a marcha antes de chegar a 2.500 rpm em um veículo à gasolina, por exemplo, pois é o momento no qual o motor é mais eficiente em termos de economia. Andar muito acelerado também não ajuda quando falamos de gasto. Quando você pega a estrada e o seu carro passa de 4.000 rpm - média geral dos utilitários brasileiros - significa que o seu carro está forçando o motor e gastando combustível além do usual. Uma pesquisa foi realizada pela EXAME para a análise de consumo x velocidade em veículos de passeio e utilitários em uma viagem simulada de 200 km. O resultado? Entre viajar a uma velocidade de 80 e 120 km/h, as diferenças de consumo em termos de custo chegaram a R$-20,00 (vinte reais). A conclusão é que acima de 80 km/h o seu veículo pode consumir até 80% mais de combustível, a depender da velocidade atingida.  Todo mundo tem compromissos e horários, mas se você quer economizar, pise menos.

    Se a sua revisão está atrasada ou faz tempo que você não passa no mecânico, atente-se a isso; pode ser a origem dos seus gastos excessivos com combustível. Um exemplo aparentemente inofensivo é o filtro de ar sujo. Poucas pessoas se preocupam com as trocas do filtro de ar, pensando que podem durar “um pouquinho mais”. Na verdade o filtro de ar perde sua capacidade ótima ao longo do tempo, de modo que partículas de sujeira entram no motor ou mesmo entopem a passagem do ar, fazendo com que o combustível substitua um espaço que deveria ser preenchido com oxigênio - e quem paga por isso é você mesmo. Trocar os filtros de ar com a frequência correta já é um grande passo para a economia, porém melhor ainda é utilizar filtros de ar superiores aos originais, como os de poliuretano. Estes filtros são capazes de otimizar a passagem de ar de modo que a mistura dentro do motor se torne mais rica, fazendo com que o seu carro tenha um bom desempenho sem precisar de mais combustível para isso. Muitas empresas automobilísticas têm optado pelos filtros de poliuretano, devido aos inúmeros benefícios que trazem. Felizmente, o filtro de poliuretano não é difícil de ser encontrado. Ele possui um valor que supera o do original, mas o retorno é garantido, visto que não há necessidade de fazer trocas tão frequentes e você ainda consegue economizar no combustível e reutilizar o filtro, contribuindo para a questão do benefício ambiental. A nossa recomendação são os filtros INflow, que já foram testados e apresentaram economia de até 10% no que se refere a gastos com combustíveis. Para conhecer melhor os filtros INflow, você pode acessar o site www.filtrosinflow.com.br e verificar qual é o filtro recomendado para seu veículo.

  • Quer um melhor desempenho para o seu veículo? O filtro INflow ajuda você!

     

    Muitas pessoas dizem que ter um carro é praticamente como cuidar de um ser vivo. Você precisa alimentar, limpar, pagar as despesas contínuas, tomar cuidado com a segurança e fazer tudo isso com frequência, caso contrário poderá levar um grande prejuízo no futuro. Não deixa de ser verdade. Embora o automóvel traga incontáveis benefícios e faça você ganhar muito tempo, é importante tomar para si a responsabilidade de garantir o seu bom funcionamento. Isso é válido não só para melhorar o desempenho do seu carro, mas também como forma de evitar alguns imprevistos, afinal, não há nada pior do que perder o dia na estrada esperando socorro, por problemas simples que poderiam ter sido evitados e se agravaram com o tempo. Para além destes contratempos, é importante considerar também o gasto extra, robusto e inesperado que temos quando ocorre algum problema grave com o motor e o câmbio, por exemplo.

    Quase 100% dos motoristas adoram motores potentes. Um motor com um bom arranque e que ganha velocidade rapidamente pode representar segurança, especialmente quando estamos falando de ultrapassagens em pistas pouco seguras. Porém, não é raro que muitos motoristas optem por pagar uma quantia maior por um veículo com motor potente e acabem por não desfrutar daquilo que compraram. Isso se explica porque o veículo exige cuidados que resultam na melhora do seu desempenho. Negligências como: abastecer o veículo com combustíveis duvidosos, não realizar as revisões indicadas - como a troca de óleo e filtro de ar no tempo indicado - podem fazer com que o desempenho do seu carro  reduza drasticamente. Nestes casos, a redução do aproveitamento do motor também vem acompanhada de um aumento do consumo de combustível. A mecânica do seu veículo fica comprometida, você gasta mais e perde o investimento inicial que realizou para comprá-lo. Parece ilógico? Acredite! Muitas pessoas vivem anos sujeitando seus veículos - e os seus bolsos - a esta situação sem ao menos se dar conta disso.

    Melhore o desempenho do seu carro utilizando filtros INflow

    Para ter os melhores resultados é preciso escolher os melhores produtos e serviços. Um filtro de ar sujo pode fazer com que seu carro precise  cada vez mais de combustível ao longo do tempo para se deslocar pela mesma distância. Isso ocorre porque o filtro de ar é responsável por garantir que o ar entre limpo no motor e ele funcione como foi projetado para fazer. Se o ar entra sujo, o motor começa a apresentar problemas, portanto, procure pensar assim: se um filtro comum - mas limpo -  já pode ajudar a melhorar o desempenho do meu carro, o que pode fazer um filtro de ar superior? O filtro INflow garante uma melhora de desempenho, superior aos filtros tradicionais e ainda possui uma vida útil muito maior. Os filtros INflow são de poliuretano, material que permite uma maior resistência às alterações drásticas de temperatura e também ao stress natural a que o motor é submetido.

    Assim, o filtro dura muito mais tempo sem que seu motor sofra. Você não precisa trocar com tanta frequência quanto os filtros tradicionais e as trocas dependerão do tipo de uso que você faz do seu carro, se viaja muito em estradas pavimentadas, fazendas, rally, etc. Basta escolher o filtro mais adequado ao seu carro. Os filtros INflow são reutilizáveis e recicláveis e você mesmo pode instalar um no seu carro, desde que seja dentro da caixa de ar, substituindo o filtro de fábrica. Tudo o que você vai precisar é de uma chave de fenda e de alguns minutos para realizar a troca, que é bastante simples.

  • Adquiriu um filtro de ar INflow? Descubra como deve ser feita a manutenção

    Uma das vantagens em adquirir um filtro de ar INflow é que você não vai precisar trocá-lo por muito tempo. Assim, embora seja mais caro do que os filtros de ar originais de papel, você poderá recuperar este investimento rapidamente, uma vez que as trocas serão menos frequentes. É importante ter em mente que os filtros de ar INflow são laváveis e reutilizáveis. Você pode pensar: “isso vai me dar mais trabalho e vai representar mais custos com manutenção do que os filtros comuns”. Nada disso! A TryTeck também trabalha pensando na sua praticidade e ganho de tempo e por isso produziu os filtros INflow  com a preocupação de prover uma instalação e manutenção fáceis, que podem ser feitas pelo próprio usuário, ainda que ele não seja um expert em mecânica.

    Para ter uma ideia de qual é o momento de trocar o filtro, você deve inspecioná-lo a cada 15.000 quilômetros rodados ou um ano de uso, caso você utilize o seu veículo no dia a dia e transite por estradas pavimentadas. Para quem gosta de Off-Road ou trabalha na zona rural, por exemplo, e transita em estradas de terra com muitas pedras, lama e poeira, o ideal é inspecionar o filtro a cada 10.000 quilômetros rodados ou pelo menos de seis em seis meses (para praticantes de Off-Road, ao final de cada evento). Isso se explica devido ao fato de que as estradas de terra exigem um pouco mais de cuidado com o automóvel de um modo geral, considerando o terreno acidentado, as impurezas do ambiente e até mesmo a falta de aderência com o solo, muito comum em dias de chuva.

    Faça você mesmo!

    Primeiramente, você vai observar o estado do filtro e se tiver dúvidas pode descrevê-lo a alguém que entenda um pouco melhor, mas, basicamente, você deve avaliar se ele encontra-se entupido visualmente ou se há sujeira em excesso. Caso não seja possível verificar visualmente, outro meio de saber se já está no momento de realizar a manutenção do seu INflow é percebendo alguma queda de desempenho no veículo - pode ser o filtro de ar. Se o seu veículo teve alguma perda de desempenho ou seu filtro está visivelmente bem sujo ou entupido, é o momento de fazer uma limpeza. Com o manual do fabricante INflow em mãos você deverá retirar o filtro da caixa de ar e deixá-lo de molho em um recipiente (pode ser um balde comum) com água morna (preferencialmente) e detergente neutro por cerca de 15 minutos para que o excesso de sujeira se solte - para filtros Off-Road que utilizam óleo Motul A2, adicionar 20 ml de querosene ao composto. Em seguida, massageie delicadamente o filtro ainda dentro do balde, para livrá-lo do restante de impurezas. Não use outro tipo de produto, pois o detergente neutro já garante que seja feita uma limpeza eficiente sem danificar o filtro.

    Após esse processo, pegue o filtro e deixe-o sob uma torneira até que todo o sabão - e o querosene, no caso dos Off-Road - seja retirado. Depois, deixe-o secar à sombra e naturalmente (não esfregue, coloque ao sol ou use outros meios como forno e afins). Caso esteja com um pouco de pressa, pode ser utilizado um ventilador ou um secador no modo frio. Após seco, unte as duas superfícies do filtro com vaselina (para filtros Semi-Racing e Racing) ou o MOTUL A2 (para filtros Off-Road). A TryTech disponibiliza estes produtos em sachês especiais ou kit spray para que você não erre na quantidade. Depois, limpe a caixa de ar com um pano umedecido antes de recolocá-lo lá. Pronto! O seu filtro está limpo e pronto para continuar trabalhando no seu dia a dia e você acaba de economizar  dinheiro e um descarte considerável de material no meio ambiente.

  • Filtros de ar automotivo sustentáveis:O automóvel e o meio ambiente

    Não é surpresa para ninguém que o automóvel é alvo de muita polêmica quando falamos a respeito de meio ambiente e poluição. A partir do momento que as teorias verdes e a preocupação com os recursos naturais surgiram, houve certa desinquietação com relação a produtos de uso diário que representam alto nível de poluição e cuja produção exige volumosa extração de recursos não renováveis: o caso de quase todos os nossos automóveis movidos a motor. Para que um veículo funcione, é necessário que se extraia uma grande quantidade de recursos de diferentes tipos - plástico, metal, tecido - que são descartados tão logo a vida útil deste automóvel chegue ao fim.

    Embora muitos ambientalistas defendam a redução do uso do automóvel no dia a dia, a solução deste problema não é tão fácil assim. É preciso considerar o cotidiano de milhões de trabalhadores que dependem dos seus veículos para ganhar a vida e para se deslocar nas grandes cidades. Abolir o automóvel da sociedade moderna é praticamente impensável na época atual e para não ficar de mãos atadas assistindo à degradação do meio ambiente, é indispensável pensar em um meio termo: como podemos usar nossos automóveis de forma menos nociva à nossa natureza? Afinal, se cada usuário se dispuser a fazer a sua parte, certamente os danos serão muito menores.

    O caso dos filtros de ar - você conhece o poliuretano?

    Algumas empresas especializadas em desenvolver filtros de ar especiais passaram a apostar no poliuretano - um tipo de plástico muito comumente usado na indústria. Este material possuía sérias controvérsias no passado no que diz respeito ao seu descarte. Porém, devido ao fato de ser difícil de se substituir, o poliuretano acabou sendo motivo de pressão para que se desenvolvessem meios de reciclá-lo, de modo que pudesse continuar sendo utilizado com danos menores ao meio ambiente. O avanço dos investimentos em reciclagem permite hoje que o poliuretano seja reutilizado em pisos de pistas de atletismo, sola de calçados e até mesmo na construção civil. A TryTech é uma empresa especializada em filtros de ar especiais e trouxe para o Brasil a tecnologia de filtros de ar feitos de poliuretano, de modo que diferentemente dos filtros originais de espuma e papel, os filtros INflow podem ser completamente reutilizados e parte do seu material pode ser reciclado. Além de apresentar redução no consumo de combustível e trazer melhoras no desempenho do automóvel, o filtro de poliuretano é ecologicamente correto - o usuário pode lavá-lo e utilizá-lo até 4 vezes mais do que o faria com um filtro original. O dano ambiental é menor em termos de poluição, consumo de combustível e viabilidade do material utilizado. Portanto, se você se preocupa com o destino do material que você descarta, confira os filtros especiais INflow.

     

31-40 de 54