Informações Técnicas

POR QUE O CARRO NÃO VEM DE FÁBRICA COM ESSE FILTRO?

Devido aos custos: filtros de papel são mais baratos para se fazer em grandes quantidades quando comparados aos filtros de poliuretano. Entretanto, muito embora o preço do poliuretano seja mais elevado do que o papel, algumas montadoras já vêm utilizando este material em cerca de 10-30% na confecção dos filtros de ar originais.

MEIO FILTRANTE

O meio filtrante consiste em plástico poliuretano. Esse material possui uma estrutura especial em forma de células justapostas que favorecem o fluxo de ar e ao mesmo tempo permitem a retenção de partículas. O Poliuretano é um material flexível e possui fibras estruturais tridimensionais em forma de dodecaedro. 
Para complementar o processo de filtração, é utilizado óleo viscoso não tóxico na superfície do filtro, que auxilia na captação das partículas micrométricas.

POROSIDADE

A porosidade do filtro é definida como média do número de células abertas por centímetro quadrado do meio. De maneira simples, quanto mais poroso for o meio filtrante, menos restritivo será o filtro. Quanto menos poroso, maior o poder de filtragem, mas também maior será a restrição do ar (ou maior a perda de carga). 
A redução da perda de carga de um filtro de ar constitui uma das maneiras mais fáceis e econômicas de aperfeiçoar a potência, torque e economia de combustível.

O leitor pode perceber que em várias classes de corridas os carros simplesmente não possuem elemento filtrante, isto porque filtros geralmente acrescentam perdas de carga e conseqüentemente restringem o motor de combustão interna ao seu potencial máximo. Carros de corrida, que não utilizam filtro sofrem constantes retíficas. Dependendo da classe ou eventos dos quais são submetidos, estes motores são retificados a cada 0,4 Km percorridos como é o caso dos carros “dragsters” com mais de 1.200 HP. Isso coloca o leitor numa posição de incertezas entre poder desfrutar de maior economia e desempenho ou correr o risco de uma falha prematura do motor e gastos desnecessários com a retífica de anéis dos pistões, brunimento do bloco e/ou bronzinas.
Os filtros INflow são desenvolvidos considerando:

  • A potência do veículo em questão (HP);
  • A eficiência volumétrica do motor (%) aspirado, turbinado ou supercharged;
  • A velocidade de fluxo de ar admitido (m³ por minuto ou CFM);
  • As características ambientais (tipos de estradas, track, street, rally, etc.).

A espessura dos filtros INflow tem papel importante na filtração e fluxo de ar, isto porque enquanto os filtros convencionais de papel possuem a espessura de apenas 0,5 milímetros ou um milímetro de espessura no caso dos filtros de fibra de algodão, os filtros INflow possuem espessura de 5 centímetros. O filtro INflow possui cerca de 50 vezes maior área em espessura do que os filtros convencionais, permitindo que muito mais partículas sejam armazenadas no material filtrante antes que a restrição ocorra. Nos casos dos filtros de papel ou fibras de algodão, não existe possibilidade do ar fluir se a superfície apresentar uma camada fina de poeira (partículas). Mesmo que estes sistemas possuam bom fluxo quando novos, estes rapidamente se tornam restritivos com o uso, logo após ser depositada uma camada fina de partículas em sua superfície. Os filtros INflow, no entanto, permitem o acumulo de gramas de poeira em toda sua estrutura filtrante antes que a restrição ocorra. Outro fato interessante é que os filtros de algodão que também são laváveis e reutilizáveis, perdem aproximadamente 10% do poder filtrante devido à desestruturação das fibras de algodão. Portanto, para manter os filtros de algodão eficientes e menos restritivos, várias lavagens são necessárias, comprometendo a filtração.

Os filtros INflow, foram construídos com porosidade específica e equilibrada para que pudesse garantir pequena perda de carga sem comprometer a filtração. Em termos de desempenho, um sistema que possui menos restrição a passagem do ar reduz o esforço do motor em ingerir o ar a cada movimento descendente do pistão. Com isso, favorece o preenchimento completo de ar em cada ciclo do sistema Otto. Com a compressão do pistão contendo maior volume de ar, mistura correta de combustível e tempo de injeção corretos, maior será a pressão (e temperatura) na câmara de combustão, aumentando conseqüentemente a força na superfície do pistão e torque no virabrequim. Lembrando que horse-power (HP) = torque x rotações por minutos (RPM) / 5252. Outros filtros de ar convencionais, com grande porosidade, são péssimos na contenção (filtragem) de partículas do ar (poeira) o que acelera o desgaste prematuro do motor.

Como discutido acima, o sistema de filtragem INflow consegue evitar a penetração de partículas potencialmente destrutivas ao motor, mantendo uma correta filtragem. Como curiosidade basta dizer que partículas de tamanho entre 5 e 15 micrômetros (ou mil vezes menor que um milímetro) são as que causam maior parte do desgaste do motor.
Os filtros INflow possuem espessura de material filtrante diferenciado dos demais concorrentes disponíveis no mercado Nacional.

IMPORTANTE: Não será de nossa responsabilidade, eventuais danos causados ao veículo ou motor que utilizarem material não indicado e/ou fornecidos por nossa empresa.

DESEMPENHO E ECONOMIA

A restrição do meio filtrante ocorre quando a quantidade máxima de partículas que pode ser coletada no elemento filtrante começa a obstruir a passagem de ar. Em conseqüência, o desempenho do veículo e a economia de combustível, ficam comprometidos. O leitor deve saber que os elementos filtrantes de papel, ao atingirem quilometragem estabelecida pelo fabricante e/ou montadora (cerca de 5 a 12 mil km ou 6 em 6 meses) necessitam ser trocados por filtros novos. Um dos primeiros sintomas de um filtro “sujo” ou restritivo consiste na perda de economia de combustível e perda de potência pelo motor. Esses sintomas indicam ao motorista cuidadoso que é tempo de uma manutenção, onde geralmente a primeira peça a ser substituída pelo mecânico experiente é justamente o filtro de ar. Conseqüentemente, milhões de filtros de papel são descartados em aterros sanitários todos os anos. Os filtros foram desenvolvidos para proporcionar longa vida útil. Ou seja, não existe a necessidade de troca. Melhor ainda, os filtros podem ser lavados e reutilizados, por anos, antes de serem descartados em coletas seletivas para reciclagem do plástico. Para isso, basta o cliente seguir as instruções simples de manutenção.

A FIGURA 2 mostra a perda de carga em conseqüência do acumulo de partículas em vários filtros encontrados no mercado, entre eles, o famoso filtro americano K&N e o filtro convencional de papel.

VANTAGENS

Os filtros INflow são banhados em sua superfície com óleo mineral não tóxico, tecnicamente desenvolvido para aumentar a captação de partículas e oferecer a menor restrição de ar. Como analogia, o óleo atua como o muco do sistema respiratório humano, atuando na captação das partículas pequenas. O uso dos filtros INflow sem óleo especial não oferecem a filtração apropriada. Portanto todo o filtro DEVE SER DEVIDAMENTE UTILIZADO COM O ÓLEO RECOMENDADO. APÓS SUA LAVAGEM DEVE-SE COLOCAR O ÓLEO ADEQUADO PARA SUA REUTILIZAÇÃO. Esse procedimento manterá a vida útil dos filtros por muitos anos conforme suas especificações de fabricação.

As vantagens do filtro são:

  1. Mínima restrição de passagem do ar e, portanto maior desempenho do motor com maior economia de combustível.
  2. Embora a restrição de ar pelo filtro seja minimizada, é importante esclarecer ao cliente que existem caixas de ar originais extremamente pequenas. Um motor que apresenta caixa de ar pequena só poderá utilizar um filtro INflow próprio para esta caixa, portanto a área superficial do filtro também será pequena. Reduzindo a área superficial do filtro, aumenta-se a velocidade do ar passando pelo meio filtrante aumentando também a restrição do sistema. Além da caixa de ar, alguns sistemas apresentam tubulações corrugadas, com ângulos fechados ou de pequeno diâmetro. Tudo isso contribui para uma restrição e perda de carga no sistema. Por este e outros motivos é que os filtros INflow apresentam melhores resultados em alguns tipos de veículos comparados a outros. Os filtros INflow são resistentes a vários produtos químicos e podem ser utilizados em temperaturas de -40°C a +95°C.